Serviço Educativo do Portugal dos Pequenitos

Despertar a curiosidade e a criatividade, incentivar a fruição do espaço, suscitar interesses para alcançar e aprofundar o conhecimento, educar os sentidos (visão, audição, tato, olfato e paladar) e promover a reflexão e o debate são as propostas da programação do Serviço Educativo do Portugal dos Pequenitos.

O Serviço Educativo do Portugal dos Pequenitos é um espaço aberto à reflexão, ao diálogo, ao debate e à experimentação criativa no âmbito da educação e cultura. As abordagens interdisciplinares, lúdicas, construtivas e criativas integram valores de cidadania e desenvolvimento, nomeadamente, a importância da preservação do património material e imaterial enquanto identidade de um povo. O que é e como deve ser cuidado o património?
Neste espaço com um amplo e delicado jardim, desenvolvem-se diversas atividades lúdico-pedagógicas, designadamente, visitas, oficinas e projetos, tomando por referência o património cultural do Portugal dos Pequenitos em distintas áreas, nomeadamente, arquitetura, artes e meio ambiente. As atividades são dirigidas não só a escolas e crianças, mas também a famílias, jovens, adultos, seniores e pessoas com necessidades especiais.

Para este ano, o tema geral do projeto do Serviço Educativo dirigido às escolas é CASA-FUTURO.
Quais são os materiais — as suas propriedades, nomeadamente, organoléticas (cor, cheiro, sabor, brilho, textura) e origem (natural/sintética) — que encontramos nas construções antigas e modernas e a que requisitos deverão obedecer os materiais das construções do futuro? Quais serão as tendências de evolução da paisagem no futuro? As atividades do Serviço Educativo vão ajudar a dar resposta a estas e outras questões.

A equipa do Serviço Educativo espera contar com a participação da comunidade escolar e do público em geral ao longo do ano. Contacte-nos para obter mais informações.

A estrutura da programação das atividades do Serviço Educativo do Portugal dos Pequenitos está dividida em dois grupos: Público Escolar e Outros Públicos, que, por sua vez, estão divididos em subgrupos, aos quais estão afetas as atividades específicas.

Público Escolar

Oficinas-visita para Grupos Escolares
Oficinas para Grupos Escolares
Oficinas para Bebés
Oficinas à Medida

Outros Públicos

– Crianças e Famílias:

  • Oficinas nas Férias Escolares
  • Oficinas para Festas de Aniversário
  • Oficinas aos Fins de Semana e Feriados
  • Oficinas para Bebés

– Jovens, Adultos e Seniores:

  • Oficinas de Arquitetura e Artes para Grupos
  • Visitas Temáticas/ Viagens Culturais

– Grupos com Necessidades Especiais:

  • Oficinas
  • Visitas
Visitas

As atividades do Serviço Educativo, nomeadamente, a Visita Livre, a Visita Guiada e as Oficinas, são complementares umas das outras. A conceção das mesmas é pensada como um todo, por forma a enriquecer a formação da criança/participante/visitante, podendo ser realizadas individualmente.
As visitas guiadas e as oficinas estão sujeitas a marcação prévia e são realizadas mediante disponibilidade.

Visitas
Visita Livre
O Portugal dos Pequenitos foi concebido a pensar essencialmente na Criança, sendo, no entanto, visitado e admirado por jovens e adultos de todas as idades.
Este parque-jardim integra réplicas miniaturais, reproduzidas com grande rigor de escala e de execução, de casas tradicionais e dos principais monumentos e referências arquitetónicas emblemáticas da história de Portugal, da sua cultura e influência no mundo. Mais do que um parque-jardim lúdico, é um espaço de fruição e conhecimento, um museu a céu aberto que convoca a curiosidade e cria a possibilidade de se saber mais sobre este património.
O parque-jardim encontra-se organizado em quatro grandes áreas temáticas, magistralmente interligadas. A área das Casas Tradicionais, a área de Coimbra, a de Portugal Monumental e a área dos Países de Expressão Portuguesa, da Índia e de Macau e das Regiões Autónomas Portuguesas.

Visita Guiada
A pensar no maior proveito que as crianças e jovens, nomeadamente, da educação pré-escolar e do ensino básico e secundário, possam colher de uma visita em grupo ao Portugal dos Pequenitos, temos disponível no site um pequeno guião que visa oferecer, a educadores e professores, informação de apoio à programação prévia de uma visita, orientando e fornecendo pistas para exploração dos seus riquíssimos recursos sobre a história de Portugal e da expansão ultramarina, sobre a identidade patrimonial e sociocultural de Portugal, dos países de expressão portuguesa, da Índia e de Macau.

Oficinas
A participação nas oficinas (oficina-visita e oficina) permite desenvolver a sensibilidade e a curiosidade; estimular o pensamento, pela experimentação; despertar a capacidade criadora, valorizando atitudes tais como: reparar, percecionar, sentir com os pés, as mãos, todo o corpo, ou seja, usando todos os sentidos. Por outro lado, proporciona encontros para desenvolver o exercício do diálogo, da partilha, da exposição (teórica) oral de saberes em torno das práticas; identificar, associar, estimular a curiosidade e adquirir conhecimentos através da experimentação e da observação pelo contacto direto com espaços e objetos que caracterizam esses espaços.
A conceção de oficinas implica a preparação de narrativas estimulantes que, além das áreas de arquitetura, artes e meio ambiente, pode envolver conteúdos disciplinares, nomeadamente língua portuguesa, história, geografia, etc., de modo a interessar os grupos envolvidos.
Cada oficina-visita realiza-se em vários momentos, sendo, num deles, o participante convidado a visitar o acervo artístico existente no Portugal dos Pequenitos que se relacione com o tema da oficina. Nos outros momentos, decorre o desenvolvimento das atividades na sala do Serviço Educativo ou em outro espaço coberto (interior) ou ao ar livre (exterior) do Portugal dos Pequenitos disponível e adequado à realização da atividade.
Todos estes momentos recebem orientação de artistas-educadores responsáveis pela conceção das respetivas oficinas. A oficina sem visita é realizada, integralmente, na sala do Serviço Educativo ou em outro espaço do Portugal dos Pequenitos nas mesmas condições previstas para a oficina-visita.

Público Escolar
– Oficinas-visita para Grupos Escolares
– Oficinas para Grupos Escolares
– Oficinas para Bebés
– Oficinas à Medida

Outros Públicos
Crianças e Famílias:
– Oficinas nas Férias Escolares
– Oficinas para Festas de Aniversário
– Oficinas aos Fins de Semana e Feriados
– Oficinas para Bebés

Jovens, Adultos e Seniores:
– Oficinas de Arquitetura e Artes para Grupos
– Visitas Temáticas/ Viagens Culturais
Grupos com Necessidades Especiais:
– Oficinas para Grupos com Necessidades Especiais